<!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </head><body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5428189\x26blogName\x3dAgenda+Electr%C3%B3nica\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://agenda-electronica.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://agenda-electronica.blogspot.com/\x26vt\x3d-4604110418382138022', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
| quinta-feira, julho 19, 2007

Os Waste Disposal Machine, de Tomar, actuam no próximo sábado 21 em Vigo [na Sala Breogain] na companhia dos Minim, banda de punk rock industrial de Vigo. O concerto está marcado para as 23h00.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Na semana seguinte os Waste Disposal Machine regressam à Galiza para uma actuação integrada no Arteficial - Festival de Expresión Músico-Cultural de Ribadavia [Ourense], que decorre de 26 a 29 de Julho. Os Waste Disposal Machine actuam no sábado 28, na mesma noite em que actuam Minim, Zoe [França] e Delamarca [Espanha].

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Etiquetas: , ,

|
| terça-feira, julho 17, 2007

Na última sexta feira de Julho, Richard Bartz [Alemanha - Gigolo Records, Kurbel Records], Oxia [França - Goodlife / Kompakt], Felix da Cat [Portugal] e Nelson Flip [Portugal] fazem a festa no Hot Open Air no Op Art em Lisboa.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

[info]
«OXIA Olivier Raymond nasce em 1971 em Grenoble, França, e na adolescência era adepto da música negra [disco e funk]. Conhece Stephane Deschezeaux com quem começa a misturar temas sob a influência do electro-funk, italo-disco, new wave e do house de Chicago e Nova Iorque. Em 91 viram-se para a produção e em 93 surge o live act Oxia [Olivier e Stephane]. Em 95 conhecem The Hacker, Alex Reynaud e Kiko em Grenoble, a cidade electrónica por excelência de França. Com Kiko, Olivier cria a Ozone Records, onde co-produz temas de Jack de Marseille. Nesta altura Stephane forma os Human Body e Olivier mantém o projecto Oxia a solo. Em 98, Olivier cria a Goodlife, juntamente com The Hacker e Alexander Reynaud, por onde edita uma série de EPs e remisturas, continuando no entanto a editar por outras editoras de renome como a Intec, Monoïd, Terminal M e Scandium. Em 2004 lança o primeiro álbum a solo, “24 HEURES”, pela Goodlife, um vinil techno e electro grovy e melodioso que reforça o seu cariz eclético, conjugando um electro-tech-house com techno minimal e ambiental. A projecção alcançada por este trabalho deu a conhecer o nome de Oxia ao mundo e temas como a remistura “Traces”, feita para The Hacker, a faixa “Domino” do EP "Speicher #34" e “Jacking Me”, editado com o produtor Suíço Eric Borgo, marcam-no definitivamente como referência do techno francês. O tema “Not Sure” presente no Speicher # 50, editada em Junho de 2007 é mais uma pérola no seu currículo.»

«RICHARD BARTZ Richard Bartz nasce em 1976 em Munique, Alemanha, tendo sido frequentador assíduo das míticas Ultraworld parties onde conhece DJ Hell e Upstart, respectivamente os responsáveis pelas famosas editoras Gigolo e Disko B. Presença habitual em palcos de clubes electrónicos desde o final da década de 80, afirma-se como produtor no álbum “Geteert & Gefedert” de DJ Hell, editado pela Disko B. Paralelamente, lança o projecto Acid Scout com o primeiro single “4 Degrees” [considerado um clássico pela imprensa especializada] editado pela austríaca Pomelo. As suas performances impressionam clubes como o Tresor em Berlim e o Stammheim em Kassel, editando de seguida o álbum “Safari” e o LP “Sci-Fi”, onde conjuga elementos techno e acid. Em 95 decide criar a sua própria editora, a Kurbel Records, onde assina como Saug 27, Ghettoblaster ou Richard Bartz. Com trabalhos constantes em diferentes editoras, uma das suas faixas mais apreciadas aparece no 12” “Subway” editado pela Kanzleramt, label do berlinense Heiko Laux. Fã confesso da influência musical dos anos 80, foi responsável pela remistura de “Robot is Systematic” dos Lectric Workers, editado pela Lasergun de Savas Pascalidis, sendo a sua produção “Midnight Man” uma composição vibrante repleta de elementos rectro. Os temas “Atomic Dog”, “Rave to the Maximium” e “Designer Trance”, editados em 2006/2007, comprovam a qualidade das suas produções. Sendo um dos poucos artistas techno dedicado apenas aos live acts, Richard Bartz reinventa a sua música para o momento, tornando cada live act um acontecimento a recordar. »

Etiquetas: , ,

|

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Etiquetas: , , ,

|
| sexta-feira, julho 13, 2007

Etiquetas: , , ,

|

Etiquetas: ,

|
| quinta-feira, julho 12, 2007

Etiquetas: , , ,

|
| quarta-feira, julho 11, 2007

Natural Media @ Música:Digital

Etiquetas:

|

Laurie Anderson regressa a Portugal na próxima sexta feira para apresentar, no Theatro Circo de Braga, o espectáculo Homeland. No dia 15, domingo, a artista norte-americana repete a actuação na Culturgest em Lisboa.



[info]
«Algures entre um poema épico, uma peça e um concerto multimédia, “Homeland” olha para as obsessões que a América tem com a segurança, a distância, a informação, a relação entre o medo e a liberdade, a aceitação crescente da violência e a persistente nova linguagem de guerra.
”Homeland” fala da cultura dos automóveis todo-o-terreno, dos bloggers, da solidão e da vigilância através de circuitos de televisão. Usará as linguagens sintéticas da tecnologia e a linguagem sensual da escrita de canções e da poesia para olhar para os reality shows, o totalitarismo de estilo americano, o sentimentalismo, as imagens fugazes do império.»

Etiquetas: , , ,

|
| segunda-feira, julho 09, 2007

Etiquetas: , ,

|
| quarta-feira, julho 04, 2007

Realiza-se daqui a um mês próximo de Vila Nova de Azeitão o primeiro festival de música industrial português. Nos dias 3 e 4 de Agosto, na Quinta de Santo António em São Lourenço [no Parque Natural da Arrábida], reunem-se alguns dos melhores projectos nacionais da área industrial para o Festival Elektrocution:Ignite numa iniciativa da Associação Industrial.Pt [em co-organização com a Myth & Magic]. 22 bandas e projectos e 21 DJs prometem dois dias cheios das sonoridades electrónicas mais radicais.
5th Raider, Dream Metaphor, Hardcore Lab, HHY vs. BeastBox, Mikroben Krieg, Sci Fi Industries vs. Shhh..., Structura, Stuka, Tatsumaki e Thermidor [3 de Agosto] e Control Alt Deus, Eden Synthetic Corps, Fresh Tendrills, Hystakmine, In[Perfektion], Nuklear Dawn, PsychotekTrauma, Syntax:Orion e Waste Disposal Machine [4 de Agosto] são os concertos em agenda.

Etiquetas: ,

|

Os concertos de Young Gods [13 de Julho em Vila Nova de Gaia] e Nitzer Ebb [28 de Julho em Lisboa] marcados foram cancelados. No caso do concerto de Nitzer Ebb os motivos do cancelamento prendem-se com a troca de proprietários do espaço onde o lugar iria ter lugar [o Paradise Garage], mas também com a fraca venda antecipada de bilhetes. Quanto ao cancelamento de Young Gods, pelo que se vai lendo por aí nem se sabe muito bem se alguma esteve mesmo agendado...

Etiquetas:

|
| segunda-feira, julho 02, 2007

No próximo sábado 7, o Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre dá-nos mais um excelente pretexto para uma visita ao Alto Alentejo: Lydia Lunch apresenta aí o seu espectáculo multimédia Real Pornagraphy com música de Ian White [dos Gallon Drunk] e David Knight e arte vídeo de Marc Viaplana e Josep M Jordana.



[info]
«Real Pornography é uma performance multimédia que utiliza música improvisada e vídeo para dramatizar o poder da Palavra Falada.
Real Pornography explora a possibilidade de que a feroz resposta da Mãe Natureza à sua violação, com as recentes ondas de destruição e calamidades naturais, bem pode ser a retribuição para os pecados do Homem, que se recusa a reconhecer a maldade dos seus actos, projectando a sua doença, acusando outros dos mesmos crimes cometidos no falso nome da Democracia e da Liberdade.
Real Pornography examina o ciclo de abuso e dominação, onde os "pais" cruéis espalham medo e preconceitos, criando um pânico generalizado, onde a única rebelião possível que resta aos indivíduos é o reclamar da sua capacidade para o Prazer, que lhes foi roubada por loucos e maníacos, cuja dominação tirânica está a transformar o planeta num cenário de Guerra ensopado em sangue, cheio de morte e destruição»

Etiquetas: ,

|